Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe R$ 30,00

Todo mundo sabe da necessidade de ter bons hábitos alimentares, mas, definitivamente, não é todo mundo que inclui essas práticas no seu dia. Apesar de serem hábitos que nos elevam ao patamar de bem-estar e qualidade de vida, tornar essa práticas um hábito não é uma coisa simples.

 

Por outro lado, só teremos uma vida mais saudável se tivermos bons hábitos alimentares. Dessa forma, nesta publicação, selecionamos as principais dicas para te ajudar a construir e começar a ter boas práticas na alimentação. Se você quiser saber mais sobre os benefícios de incluir alimentos saudáveis na sua rotina, confira nossa publicação sobre as vantagens de ter alimentação saudável.

Antes de mais nada, vamos conhecer os maus hábitos alimentares comuns no nosso cotidiano que devemos abandonar hoje mesmo!

 

8 Hábitos alimentares que prejudicam a saúde

 

Há alguns maus hábitos alimentares comuns que fazem parte da nossa vida pelo menos em alguma etapa dela. Apesar de serem comuns, são práticas prejudiciais a nossa saúde que devemos fugir. De maneira geral, podemos dizer que os maus hábitos alimentares mais comuns são:

 

  1. Alimentação desbalanceada;
  2. Quantidade exagerada de comida;
  3. Açúcar em excesso;
  4. Consumo de alimentos embutidos;
  5. Beber pouca água;
  6. Consumir poucas fibras;
  7. Comer antes de dormir;
  8. Ingerir líquidos durante as refeições

Vamos entender o porquê de serem tão maus assim?

 

1. Não ter uma alimentação balanceada

 

Em 1990 foi criada, nos Estados Unidos, uma pirâmide alimentar para mostrar quais nutrientes devemos ingerir durante o dia, de forma a garantir uma alimentação balanceada. Alguns nutricionistas brasileiros adaptaram essa pirâmide à realidade do nosso país e, desde então, ela tem servido de base para quem quer investir num cardápio saudável.

 

Ao contrário do que se pode imaginar, evitar maus hábitos alimentares não significa deixar de comer alimentos como gorduras e açúcares. A pirâmide alimentar contempla os oito grupos de alimentos e todos podem estar na nossa alimentação diária, desde que respeitando as quantidades recomendadas. 

 

Tabela - Grupos da Pirâmide Alimentar

 

  ALIMENTOS CALORIAS POR PORÇÃO NÚMERO DE PORÇÕES DIÁRIAS
GRUPO 1 Cereais, pães, raízes e tubérculos 150 8
GRUPO 2 Hortaliças 15 3
GRUPO 3 Frutas e sucos de frutas 70 3
GRUPO 4 Leites, queijos e iogurtes 120 3
GRUPO 5 Carnes e ovos 130 2
GRUPO 6 Leguminosas 55 1
GRUPO 7 Óleos e gorduras 120 2
GRUPO 8 Açúcares e doces 80 2

2. Exagerar na quantidade de comida

 

O exagero nas quantidades de comida pode estar ligado à compulsão alimentar, podendo levar a outros problemas de saúde. Muitas vezes esse transtorno tem como causa o estresse ou a depressão e, por isso, é preciso tratá-lo com uma equipe de especialistas, incluindo profissionais da psicologia.

 

Quando falamos sobre ter bons hábitos, a nossa saúde mental também deve ser levada em consideração. Ela é nosso guia de persistência e diretamente responsável pela nossa qualidade de vida. Veja mais sobre o assunto no nosso post sobre saúde mental e mente sã!

 

Independentemente disso, comer além do necessário está entre os maus hábitos alimentares que devemos evitar. Além de causar doenças metabólicas, cardíacas e distúrbios hormonais, o estômago pode se acostumar com um volume muito maior de comida e será difícil voltar a comer nas quantidades adequadas. 

 

3. Consumo exagerado de açúcar

 

Açúcares e doces devem ser consumidos com moderação. Eles são compostos quase em sua totalidade por carboidratos simples, que são rapidamente absorvidos pelo organismo. Por essa característica, tendem a alterar bruscamente a glicemia e a liberar grandes quantidades de insulina, acarretando, algumas vezes, em diabetes tipo 2.

 

4. Comer muitos alimentos processados e embutidos

 

A Organização Mundial da Saúde (OMS) considera, desde 2015, as carnes processadas como alimentos cancerígenos. As comidas industrializadas – processadas e embutidas – têm em sua composição diversas substâncias químicas desconhecidas pelo nosso organismo. Com isso, elas podem, inclusive, comprometer o sistema imunológico.

 

5. Beber pouca água

 

Todo mundo sabe da importância de beber água todos os dias, mas nem todo mundo coloca isso na prática. Ela é essencial para manter nosso organismo em bom funcionamento. Durante um dia, são perdidos aproximadamente dois litros de água pela transpiração, urina, respiração, entre outras atividades. Por isso, deve-se beber em média dois litros diariamente.

 

A escassez da água pode causar fraqueza, cansaço e tontura. Vale lembrar ainda que outros líquidos como chás, sopas e sucos entram na conta dos dois litros de água necessários por dia. Inclusive, já escrevemos sobre isso na publicação "Posso substituir água por suco?"
 

6. Consumo de poucas fibras

 

A falta de fibras também é um mau hábito comum, dado que elas são responsáveis por diminuir a absorção de gorduras, açúcares e colesterol. As fibras também ajudam muito na sensação de saciedade. Por isso, nada de deixá-las de fora do prato, combinado?
 

7. Comer antes de dormir

 
Comer antes de dormir estimula a produção de hormônios, podendo alterar o ritmo diário do organismo e causar aumento de peso. Outro problema comum de ingerir alimentos muito tarde é o refluxo, que causa náusea, indigestão e pode inclusive ajudar no desenvolvimento de câncer de esôfago.
 

8 – Ingerir líquidos durante as refeições

 

Ingerir líquidos durante a alimentação pode fazer com que a comida não seja bem mastigada, atrapalhando o processo digestivo. O ideal é que as bebidas sejam consumidas 30 minutos antes ou 60 minutos depois das principais refeições. 

 

Além disso, beber enquanto come influencia no controle da fome, comprometendo a sensação de saciedade. Isso porque ingerir líquidos durante a alimentação pode distender a parede do estômago, dando a impressão de que ele está vazio e precisa de mais comida.

 

Como criar hábitos alimentares mais saudáveis

 

Saber fazer escolhas saudáveis é o primeiro passo para construir bons hábitos alimentares e, mais do isso, é necessário colocá-los em prática no seu dia – essa é, talvez, a parte mais difícil.

Seja gentil com você mesmo. Nada de fazer dietas malucas ou se achar a pessoa mais horrível do mundo por não conseguir beber os dois litros de água do dia. Isso também não é saudável!

Bom, com esses pontos levantados, vamos para as dicas de como construir bons hábitos alimentares.

 

Tente não pular refeições

 

Comer em todas as refeições – café da manhã, almoço e janta – é o primeiro hábito que você deve incluir no seu dia para ter bons hábitos. Lembre-se que esses são o mínimo de refeições que você deve comer por dia, mas não o máximo.

 

Sal e açúcar devem ser utilizados com moderação

 

O sal e o açúcar, se consumidos em excesso, são os verdadeiros inimigos da nossa saúde, podendo elevar para doenças sérias, tais como diabetes e hipertensão arterial.

 

Cuidado com o álcool

 

O álcool é uma bebida que não tem nenhuma vantagem nutricional e deve ser ingerida com moderação. Uma consequência comum de quem exagera nas bebidas alcoólicas é a hipoglicemia acompanhada de ápice de fome.

 

Coma sem pressa

 

Comer com pressa e não mastigar o suficiente pode acarretar no consumo exagerado de calorias, má digestão e azia. A solução para isso é única: coma devagar e, principalmente, tenha prazer ao comer – saboreia sua refeição e aproveite o momento.

 

Estas foram algumas importantes dicas para melhorar sua alimentação. Ter bons hábitos alimentares é essencial para ter qualidade de vida e bem-estar. O ideal é evitar os maus hábitos e tentar incluir os novos sempre que possível.

 

Veja nossas outras publicações no blog e conheça as melhores dicas e informações para ter uma vida mais saudável!