Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe R$ 40,00

Você já ouviu falar sobre os alimentos para pressão alta? Esses ingredientes ajudam pessoas que sofrem com a hipertensão a conviverem melhor com esse problema. Tem interesse em ficar por dentro desse assunto e conhecer quais comidas devem estar no prato de alguém com essa condição? Então continue conosco!

 

A Panelinha Fit te conta quais alimentos os hipertensos devem evitar e quais os mais indicados para consumo. Mas, antes de chegar nesse ponto, vamos a esclarecer o que é a pressão alta!

 

Afinal, o que é pressão alta?

Essa é uma doença que atinge principalmente os vasos sanguíneos. Além deles, o cérebro, olhos e coração também são prejudicados. A condição consiste em um paciente apresentar pressão arterial acima de 140x90mmHg, ou como falamos popularmente, uma pressão mais alta que 14 por 9.

 

Isso acontece por conta da dificuldade do sangue de circular pelas veias, normalmente causada pela presença de placas de gorduras, fazendo com que ele atinja de maneira mais agressiva as paredes desses canais.

 

Apesar de serem identificados alguns sintomas leves como dor de cabeça e tontura, a doença apresenta consequências sérias como problemas cardíacos, complicações renais e cerebrais. Segundo dados do Ministério da Saúde divulgados pela CNN Brasil, acontecem cerca de 400 mortes diariamente por conta da hipertensão. Preocupante, né?

 

As causas da hipertensão podem ser tanto genética, quanto provocada por maus hábitos. Independente da razão para o surgimento da doença, é fato que a alimentação tem grande relação com ela – seja para o bem, ou para o mal.

 

Como a alimentação influencia na pressão alta?

Um dos responsáveis pela pressão alta pode ser o consumo excessivo de sal ,e isso já deixa claro o quanto os itens que consumimos interferem nesse tema, não é? A verdade é que o sódio, assim como gorduras saturadas e muito açúcar acabam causando aumento na frequência cardíaca, o que, por sua vez, eleva a pressão.

 

Tábua de frios e castanhas vista de cima em mesa.

 

A alimentação ainda se conecta a hipertensão em outro aspecto: no tratamento dessa condição. Uma das principais ferramentas para cuidar desse problema e manter a circulação sanguínea em níveis normais, é o cardápio. Existem ingredientes que ajudam as medições não passarem do bom e velho 14 por 9.

 

Para conhecer o que deve estar presente no prato de uma pessoa que possui hipertensão, continue a leitura. Vale lembrar que essas dicas também servem para aqueles que querem se precaver, cuidando da alimentação para que essa doença não surja!

Para ler depois: "Rotina alimentar saudável: dicas de como manter uma boa alimentação".

 

Alimentos bons para pressão alta para incluir no cardápio!

Existem classes de alimentos recomendados para hipertensos e, boa parte deles já não são mais novidades para quem acompanha nosso conteúdo. Isso porque os nutrientes que ingerimos não têm apenas um efeito em nosso corpo, esse conjunto é afetado de diversas formas por cada coisa que ingerimos.

 

Além da saúde, a aparência de nosso rosto e corpo é influenciada pela comida. Quer saber como? Confira o post sobre alimentos bons para a pele! Agora, vamos à lista dos principais alimentos bons para pressão alta!

 

1. Proteínas com pouca gordura

As carnes são a fonte de proteínas mais conhecidas, no entanto elas também possuem muita gordura, o que não faz nada bem a um hipertenso. Por isso, o correto é buscar esse micronutriente em outros ingredientes que tenham uma taxa menor de lipídios. Entre eles podemos citar:

  • ovos;
  • tofu;
  • carne branca – frango ou peixe;
  • grão de bico;
  • feijão.

2. Linhaça e outras sementes

Esses tipo de alimento possui gorduras boas e age reduzindo o colesterol do sangue. As sementes podem ser poderosos antioxidantes e antiinflamatórios. Elas melhoram o funcionamento de nossas artérias e evitam o aumento da pressão sanguínea. A linhaça, principal representante desse grupo, ainda é rica em Ômega 3. Já a semente de abóbora auxilia na eliminação de sódio pela urina. Ambas podem ser usadas como farinha ou assada.

 

Três colheres de madeira com tipos diferentes de sementes.

 

3. Leguminosas

Por conta de seus altos níveis de potássio, as leguminosas equilibram a quantidade de água das células e retiram o excesso de sódio das mesmas. Além de ser fonte de outros nutrientes, esses ingredientes combatem doenças cardíacas e são ótimos para quem busca um cardápio equilibrado. Podemos citar alguns exemplos como:

  • feijão – que também é uma proteína magra;
  • grão–de–bico;
  • ervilha;
  • lentilha;
  • soja.

4. Frutas frescas

Uma excelente fonte de fibras e antioxidantes. O consumo de frutas causa o relaxamento das veias e artérias, fazendo que a pressão não se mantenha alta. Algumas frutas como a romã ainda ajudam a reduzir as placas de gordura que ficam nos vasos sanguíneos e obstruem a passagem do sangue, aumentando a força que eles fazem na parede desses tubos. A uva também é uma excelente opção nesses casos, assim como abacate, acerola, tangerina e outras.

 

Vista de cima de tigela marrom com frutas.

 

Confira quais são os alimentos ricos em fibra em nosso post sobre o assunto. Esses componentes estão em muitos outros ingredientes além das frutas!

 

5. Cereais integrais

Sua alta concentração de magnésio é o grande motivo para os cereais integrais estarem nessa lista. Esse micronutriente faz com que veias e artérias se dilatem, facilitando a passagem do sangue e diminuindo a pressão. Eles ainda são fortes combatentes a diabetes, um problema que pode ser relacionada a hipertensão. Os cereais integrais podem ser ingeridos como pães, massas ou com leite no café da manhã. Confira alguns exemplos de quais são eles:

 

Foco em tigela com cereais e blueberry.

 

  • quinoa;
  • cevada;
  • aveia;
  • flocos de milho;
  • gérmen de trigo.

 

Alimentos para evitar caso tenha pressão alta

Assim como existem ingredientes que beneficiam os hipertensos, há aqueles que os prejudicam. Eles devem ser evitado ao máximo e substituídos por outros.

 

Pote de sal grosso deitado em cima de mesa.

 

Confira o que não é bom estar presente no cardápio de alguém com pressão alta:

  • sódio: o grande vilão para quem possui essa doença, o sal precisa ser evitado. Ele causa retenção de líquidos, o que aumenta o volume do sangue, consequentemente elevando a pressão nas veias;
  • bebidas alcoólicas: o álcool é um componente que aumenta a pressão arterial naturalmente, por isso não deve ser frequente na rotina de quem é hipertenso;
  • comidas com muito açúcar: principalmente o açúcar refinado, por acelerar o metabolismo, fazendo que a pressão também suba;
  • carne com muita gordura: as carnes, principalmente as vermelhas, possuem gordura saturada que formas as placas nas veias e artérias, prejudicando a passagem do sangue;
  • alimentos embutidos: normalmente possuem muito sódio e gordura, mas nem sempre percebemos isso por essa informação não ter destaque nas embalagens.

 

Outros cuidados que hipertensos precisam ter

Além da alimentação, quem sofre com essa condição também precisa se atentar a outros cuidados. O primeiro deles é buscar um acompanhamento médico para garantir o tratamento adequado, esse tópico é o mais importante. Além disso, pacientes hipertensos precisam:

 

  • manter o peso adequado para sua estrutura corporal;
  • evitar o sedentarismo, buscando fazer exercício físico ao menos três vezes na semana;
  • não ficar em ambientes ou situações estressantes;
  • parar com o tabaco;
  • se hidratar constantemente;
  • em alguns casos, fazer uso de medicamentos que abaixem a pressão.

 

Esses foram os alimentos para pressão alta e alguns dos cuidados que deve ter. Não se esqueça que é uma doença série e que, quem é acometido por ela, deve buscar mudar seus hábitos o quanto antes. Para te ajudar a manter uma alimentação melhor, confira outros conteúdos do blog da Panelinha Fit e também nossas marmitas saudáveis. Nos vemos no próximo post!