Fechar busca

Digite o nome do produto

Digite o nome do produto e toque em Ir ou selecione um produto da lista.
R$ 0,00

Meu Carrinho

Indique amigos e ganhe R$ 30,00

Há dois tipos de alongamento, o estático e o ativo, cada um com suas particularidades benefícios. É comum que as pessoas confundam um com o outro ou que, ainda, não saibam que existe essa diferenciação. Apesar disso, conhecer e saber como fazer é importante para que possamos usufruir de todos os benefícios do alongamento.

 

Pensando nisso, elaboramos um conteúdo com todas as informações sobre o assunto que você precisa conhecer. Aqui, você entenderá o conceito de alongamento, a importância, os benefícios e como realizar na prática. Continue lendo e desfrute de todos os benefícios que um alongamento bem feito pode proporcionar!

 

Veja mais sobre a saúde da mulher nesta publicação: "Saúde da mulher e o que você precisa saber sobre o assunto!"

 

Você sabe o que é alongamento?

 

O alongamento é uma etapa do exercício físico capaz de prevenir lesões oferecer diversos benefícios ao organismo. Trata-se de um passo importante para atividades tanto de alto impacto como corrida e ginástica, como não esportivas: yoga e balé. Suas funcionalidades variam de acordo com o tipo de alongamento e de como ele é feito.

 

Podemos dizer que o alongamento também é uma forma de aquecimento que deve ser feita antes de qualquer atividade física, mas não precisa se limitar somente nestes momentos. Para aproveitar todos os benefícios do alongamento, é necessário que este seja feito da maneira correta.

Combinado a uma rotina de exercícios físicos e alimentação balanceada, o alongamento é capaz de proporcionar uma melhora considerável no nosso bem estar. Veja mais sobre alimentação balanceada na nossa publicação: "Dicas para ter uma alimentação saudável".

 

Esquecer esta etapa é um erro comum que muitas pessoas cometem, uma vez que a atenção está toda para os exercícios. Mais do que prevenir lesões, um alongamento bem feito é capaz de aliviar dores, aumentar qualidade de vida e muito mais. Confira a importância e todos os benefícios do alongamento no tópico abaixo.

 

A importância e benefícios do alongamento

 

É certo dizer que o alongamento é uma necessidade que nosso organismo tem como prevenção de lesões. O alongamento e aquecimentos em geral servem para aumentar a flexibilidade do músculo e a boa funcionalidade do nosso organismo. Para além de uma necessidade, o alongamento também é capaz de proporcionar benefícios significativos, como:

 

  • sensação imediata de relaxamento do corpo e mente;
  • melhora no processo de consciência corporal;
  • aumento na qualidade de vida e bem estar;
  • melhora na circulação sanguínea;
  • evita dores – especialmente na coluna;
  • ajuda na flexibilidade corporal;
  • alívio de tensão muscular responsável por dores;
  • auxílio para uma boa postura;
  • melhora na execução de atividades físicas.

 

Tipos de alongamento – estático e ativo

 

Como o próprio nome sugere, os alongamentos estáticos são aqueles que realizamos parados, sem sair do lugar, por um período estipulado de 20 a 30 segundos. O tipo de alongamento ativo, por sua vez, é aquele que exige movimentação, também conhecido como alongamento dinâmico ou aquecimento.

 

O alongamento estático permite com que sejam mais toleráveis os desconfortos causados pelas atividades físicas no que se refere a nossa mentalidade nos exercícios. Este tipo de alongamento é mais indicado após os exercícios físicos e não antes, uma vez que torna os músculos mais relaxados.

 

Os alongamentos dinâmicos são mais indicados para serem realizados antes das atividades físicas, já que são responsáveis por promover mais forçaflexibilidade muscular e resistência. Este tipo de alongamento é realizado com mais intensidade, velocidade e dinamismo.

 

Como fazer o alongamento estático da melhor forma

 

Para fazer um bom alongamento, é necessária uma duração de 20 a 30 segundos por posição. Um bom exemplo de alongamento estático é o do tendão, e para fazê-lo, é simples: basta sentar em uma plataforma confortável, estender uma das pernas para frente e esticar seu corpo de forma que sua mão toque os dedos do pé. Continue nesta posição pelo tempo estipulado e troque as pernas.

 

Você perceberá que está realizando o exercício corretamente quando sentir os músculos na parte de trás da coxa. Outros tipos de alongamentos estáticos ou passivos, são:

 

  • flexão dos dedos com as mãos;
  • flexão das pernas com extensão das coxas;
  • adução e flexão da coxa;
  • flexão do tronco;
  • flexão dorsal do pé.

 

Quando falamos sobre o alongamento estático, não há muitos segredos, deve-se apenas prestar atenção no tempo e nos sinais que seu músculo demonstra – se a flexão for feita com foco na parte interna da coxa, é esta região que você precisa sentir.

 

Como fazer o alongamento ativo da melhor forma

 

Como já adiantamos, o alongamento ativo é aquele com amplitude suficiente para ser mais um aquecimento do que um alongamento passivo. Para fazer um alongamento ativo da melhor forma, é necessário que haja alta intensidade movimentação ativa.

 

Podemos subcategorizar os aquecimentos em quatro tipos:

  • geral: é um aquecimento sem concentração específica em uma região específica;
  • específico: alongamento ativo em uma região do corpo particular;
  • dinâmico: aquecimento com apelo aos aspectos físicos e psicológicos ao nosso organismo;
  • preventivo: está relacionado a prevenção de lesões antes de exercícios físicos.

 

E aí, gostou das nossas dicas? Procuramos destacar os dois tipos de alongamentos, estático e ativo, os quais funcionam de maneira preventiva, capaz de proporcionar benefícios inigualáveis. Agora que você sabe essas informações e como realizá-los, é o momento de colocar em prática.

 

Ah! Não deixe de conferir também nossas outras publicações sobre tudo o que envolve a vida fitness no blog da Panelinha Fit.